As Associações Regionais são associações de clubes de âmbito territorial que estabelecem o seu exercício de atividade em função das matrizes de delimitação geográfica.

As Associações Regionais são associações de clubes de âmbito territorial

Essas associações são organizações sem fins lucrativos que nos termos da Lei de Bases do desporto e sócias ordinárias da Federação Portuguesa de Capoeira, colaborando, nessa qualidade, em todas as atividades integradas na planificação e desenvolvimento da modalidade e participa na eleição de todos os seus orgãos sociais.

A Associações Regionais estão, por direito próprio, na Assembleia Geral da Federação Portuguesa de Capoeira, onde apresentam, discutem e votam as propostas que dignifiquem e honrem a Capoeira e, assenta especialmente nas premissas da verdade desportiva.

Atendendo aos regimes em vigor no que respeita à organização territorial, as Associações Regionais foram criadas face à nomenclatura das Unidades Territoriais (NUTS) definidas para Portugal, em vigor desde 2002 pelo Decreto-Lei n.º 244/2002 e através do DICOFRE (de acordo com o Regulamento (UE) n.º 868/2014 da Comissão, de 8 de agosto de 2014).

As fronteiras definidas para as áreas de atuação de cada Associação Regional estão estabelecidas em função da densidade demográfica.

Âmbito territorial que estabelecem o seu exercício de atividade em função das matrizes de delimitação geográfica.

PORTUGAL CONTINENTAL

Associação de Capoeira da Região do Norte (ACR Norte), tem competências da modalidade em:

  • Alto Minho (244.836 habitantes)
  • Cávado (410.169 habitantes)
  • Ave (425.411 habitantes)
  • Área Metropolitana do Porto (1.759.524 habitantes)
  • Alto Tâmega (94.143 habitantes)
  • Tâmega e Sousa (432.915 habitantes)
  • Douro (205.157 habitantes)
  • Terras de Trás-os-Montes (117.527 habitantes)

 Associação de Capoeira da Região do Centro (ACR Centro), tem competências da modalidade em:

  • Região de Aveiro (370.394 habitantes)
  • Região de Coimbra (460.139 habitantes)
  • Região de Leiria (294.632 habitantes)
  • Viseu Dão Lafões (267.633 habitantes)
  • Beiras e Serra da Estrela (236.023 habitantes)
  • Beira Baixa (89.063 habitantes)
  • Oeste (362.540 habitantes)
  • Médio Tejo (247.331 habitantes)

Associação de Capoeira da Região de Lisboa (ACR Lisboa), tem competências da modalidade em:

Área Metropolitana de Lisboa (2.821.876 habitantes)

Associação de Capoeira da Região do Alentejo (ACR Alentejo), tem competências da modalidade nos municípios existentes em:

  • Alentejo Litoral (97.925 habitantes)
  • Alto Alentejo (118.506 habitantes)
  • Alentejo Central (166.726 habitantes)
  • Baixo Alentejo (126.692 habitantes)
  • Lezíria do Tejo (247.453 habitantes)

Associação de Capoeira da Região do Algarve (ACR Algarve), tem competências da modalidade nos municípios existentes em:

  • Algarve (451.006 habitantes)

REGIÕES AUTÓNOMAS:

Associação de Capoeira da Região dos Açores (ACR Açores), tem competências da modalidade nos municípios existentes em:

  • Região Autónoma dos Açores (246.772 habitantes)

Associação de Capoeira da Região da Madeira (ACR Madeira), tem competências da modalidade nos municípios existentes em:

  • Região Autónoma da Madeira (267.785 habitantes)
As associações filiadas à Federação Portuguesa de Capoeira são:

a) Associações de clubes de âmbito territorial:

– Associação de Capoeira da Região do Norte (ACR Norte);
– Associação de Capoeira da Região do Centro (ACR Centro);
– Associação de Capoeira da Região de Lisboa (ACR Lisboa);
– Associação de Capoeira da Região do Alentejo (ACR Alentejo);
– Associação de Capoeira da Região do Algarve (ACR Algarve);
– Associação de Capoeira da Região dos Açores (ACR Açores);
– Associação de Capoeira da Região da Madeira (ACR Madeira).